quarta-feira, 30 de julho de 2008

'O som da guitarra é tão poderoso quanto o da voz humana', diz Joe Satriani

O norte-americano Joe Satriani, cujo apelido é “o professor”, esteve em São Paulo. Ele consegue misturar uma porção generosa de Jimi Hendrix com Bossa Nova. Seu apelido se justifica: foi ele que ensinou os amigos Steve Vai e Kirk Hammet, do Metallica, a tocar guitarra. Pela sexta vez está no Brasil para tocar com as guitarras que ele próprio desenha.

Satriani falou ao Jornal da Globo. Fora do palco, ele não tem nada a ver com a imagem do rock pesado. Fala macio. Satriani foi criado ouvindo bossa nova. “O violão que eu aprendi a tocar era o da minha irmã, que tinha cordas de nylon. E é bom para o estilo”, diz o guitarrista.

A virada aconteceu no dia da morte de Hendrix, 18 de setembro de 1970. Satriani, então com 12 anos, estava jogando futebol na escola. “Eu parei de jogar na hora. Hendrix é único e especial. Quando ele apareceu foi perfeito para aquela geração”, disse. Desde então, Satriani tenta seguir os passos do mestre. As canções de Satriani não têm letra. “É que quando componho, eu procuro imaginar o som da guitarra tão poderoso quanto o da voz humana”, explica.

E no caso dele, o instrumento é diferente. Nenhum dos inúmeros modelos de guitarra do mundo foi capaz de satisfazer “o professor”. Satriani só toca guitarras que ele mesmo desenha. Cada instrumento, testado muitas vezes, leva mais ou menos dois anos para ser concebido. Fora as guitarras que têm suas iniciais, o atual orgulho de Satriani é o projeto “Little kids rock” (rock para criancinhas), adotado em alguns colégios americanos. “Musica é importante para todos nós, nossas famílias, amigos, as pessoas, a sociedade. É bom que as crianças comecem cedo”, afirma.






0 pessoas enfiaram o pé na jaka...: