sábado, 27 de setembro de 2008

Quase todas as aberturas de Os Simpsons



Muito Showwww

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

A Verdade está la fora...Eles estão vindo e ja tem até data marcada,14 de outubro de 2008

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Comic-Con bate novo recorde com 130 mil pessoas

É a parada do orgulho nerd. Nos últimos cinco dias, a ensolarada cidade de San Diego, na Califórnia, viu dezenas de milhares de fãs de gibis de super-heróis, videogames e seriados tirando as fantasias de seus personagens favoritos do armário para desfilarem soberanos pelas ruas de Downtown e corredores do gigantesco centro de convenções que todo ano, desde 1991, sedia a tradicional San Diego Comic-Con.

Com recorde de cerca de 130 mil pessoas nesta edição, o evento é o maior do gênero no mundo e vem atraindo cada vez mais a atenção das grandes corporações do mundo do entrenimento. De Hollywood aos fabricantes de brinquedos e games japoneses, todos querem uma fatia do bolso do público nerd (não mais necessariamente o arquetípico jovem devorador de livros de ficção-científica, fora de forma e sem vida social que a mesma Hollywood acabou por cristalizar). Impulsionados por sucessos de bilheteria de filmes baseados em franquias de HQs ou nas séries antigas de televisão, os estúdios passaram a investir na Comic-Con como o melhor termômetro para testar a receptividade a seus novos lançamentos. Neste ano, os freqüentadores do evento - sempre ávidos por quaisquer pontas de informação sobre suas franquias prediletas - fizeram filas enormes para conferir em primeiríssima mão cenas inéditas de filmes como "Watchmen", aguardada adaptação da HQ cult de Alan Moore e Dave Gibbons, "Wolverine" e "The clone wars", a nova animação do universo de "Star wars" prevista para estrear no final de agosto.


Deixando de lado o clima de segredo que geralmente ronda produções desse porte, na Comic-Con, o fã é brindado com exibições e informações exclusivas, de materiais muitas vezes inacabados, como foi o caso dos segmentos dos novos filmes da Disney/Pixar, "Bolt" e o promissor "Up", que só deve chegar aos cinemas em março de 2009.

Se fantasiar de "Brokeback mountain",ninguém quer,né...

Museu suíço mostra 'esqueletos' de personagens de HQ

Uma exposição no Museu de História Natural de Berna, na Suíça, mostra como seriam os esqueletos de vários personagens de quadrinhos e desenhos animados se eles realmente fossem seres vivos. Estão expostas em Berna o que seriam as "ossadas" de personagens como Pernalonga, Pato Donald, Papa-Léguas e a divertida dupla Tom e Jerry. A mostra insólita é o resultado de uma cooperação entre os paleontólogos do museu e o artista sul-coreano Hyungkoo Lee, que construiu os esqueletos observando todas as regras de anatomia. O artista projetou os esqueletos baseando-se nas figuras dos personagens e também na anatomia original dos animais que eles representam. Ele usou técnicas científicas e simulações de computador para criar os esqueletos feitos com resina.
O resultado é uma divertida brincadeira com a séria ciência da paleontologia, que reconstrói ossadas de animais extintos, como o dinossauro. Segundo os organizadores, o museu quer fazer com que os visitantes pensem sobre a reconstrução de animais fossilizados.
"Quando um animal pré-histórico é reconstruído também não conhecemos todos os detalhes de sua anatomia - como no caso dos personagens", diz a porta-voz do museu. Neste caso, no entanto, a reconstrução tomou o caminho inverso: Dos dinossauros só se tem os ossos, e dos personagens, só a aparência. A mostra "Animatus" criou nomes científicos em latim para cada personagem mostrado. Assim o Coiote, eterno inimigo do Papa-Léguas, foi chamado de Canis Latras Animatus, e o pássaro veloz perseguido por ele levou o nome de Geococcyx Animatus. Segundo essa nomenclatura, o Pernalonga pertence à espécie Lepus Animatus e o Pato Donald leva o nome científico de Anas Animatus. A mostra fica em cartaz no Museu de História Natural de Berna até o dia 31 de agosto de 2008.(Ou seja,corra lá para ver)

sábado, 2 de agosto de 2008

O mais puro sentimento do mundo -O AMOR






Flavio Briatore, chefe da Renault, curtindo a lua-de-mel com sua nova esposa, a modelo Elisabetta Gregoraci.

quarta-feira, 30 de julho de 2008

'O som da guitarra é tão poderoso quanto o da voz humana', diz Joe Satriani

O norte-americano Joe Satriani, cujo apelido é “o professor”, esteve em São Paulo. Ele consegue misturar uma porção generosa de Jimi Hendrix com Bossa Nova. Seu apelido se justifica: foi ele que ensinou os amigos Steve Vai e Kirk Hammet, do Metallica, a tocar guitarra. Pela sexta vez está no Brasil para tocar com as guitarras que ele próprio desenha.

Satriani falou ao Jornal da Globo. Fora do palco, ele não tem nada a ver com a imagem do rock pesado. Fala macio. Satriani foi criado ouvindo bossa nova. “O violão que eu aprendi a tocar era o da minha irmã, que tinha cordas de nylon. E é bom para o estilo”, diz o guitarrista.

A virada aconteceu no dia da morte de Hendrix, 18 de setembro de 1970. Satriani, então com 12 anos, estava jogando futebol na escola. “Eu parei de jogar na hora. Hendrix é único e especial. Quando ele apareceu foi perfeito para aquela geração”, disse. Desde então, Satriani tenta seguir os passos do mestre. As canções de Satriani não têm letra. “É que quando componho, eu procuro imaginar o som da guitarra tão poderoso quanto o da voz humana”, explica.

E no caso dele, o instrumento é diferente. Nenhum dos inúmeros modelos de guitarra do mundo foi capaz de satisfazer “o professor”. Satriani só toca guitarras que ele mesmo desenha. Cada instrumento, testado muitas vezes, leva mais ou menos dois anos para ser concebido. Fora as guitarras que têm suas iniciais, o atual orgulho de Satriani é o projeto “Little kids rock” (rock para criancinhas), adotado em alguns colégios americanos. “Musica é importante para todos nós, nossas famílias, amigos, as pessoas, a sociedade. É bom que as crianças comecem cedo”, afirma.






terça-feira, 29 de julho de 2008

Polícia dos EUA prende 'Coringa' que destruiu fotos de Batman em cinema

A polícia de Three Rivers, no estado americano de Michigan, prendeu na manhã deste domingo (27) um homem que, fantasiado do personagem Coringa, tentou roubar um cartaz e outros objetos promocionais do filme "Batman - O cavaleiro das trevas". Além de tentar roubar os objetos, o "Coringa" de Michigan rasgou fotografias do novo filme de seu "rival", que bateu recorde de espectadores no cinema local. Spencer Taylor, de 20 anos, foi parar na cadeia por suas atitudes de "vilão". Pagou fiança e ficou livre, mas não sem antes ser obrigado a tirar fotos - ainda com a maquiagem inspirada na versão de Heath Ledger do palhaço - e ser fichado pela polícia.


Meu Deus do céu...imagina se esse trouxa assistir Brokeback Mountain...

sábado, 26 de julho de 2008

Campanha contra a Pedofilia

Repasse

Essa campanha não tem fins de divulgação do blog. A única intenção aqui é ajudar a combater esse problema - pedofilia - que aterroriza as crianças do nosso país e do mundo, se você se preocupa, assim como eu, coloque essa imagem em seu blog e peça que seus leitores ajudem a repassar utilizando o orkut, MSN, blogs, sites, etc.




(WD da campanha Julio)

Sugerido por: Filosofia do sexo

Estréia

Arquivo X - Eu Quero Acreditar,estréia nesta sexta -feira
Surgindo dez anos depois do primeiro longa sobre o mesmo tema, Arquivo X - O Filme, este segundo trabalho com certeza remete ao seriado, que durou nove temporadas e terminou em 2002.
Mas, toda vez que o roteiro se refere a detalhes que só os fanáticos por Arquivo X costumam saber de cor - como o que aconteceu à irmã desaparecida de Mulder -, rapidamente algum dos personagens dá explicações. Mesmo quem nunca tenha assistido a um único capítulo do seriado não ficará perdido.
Fãs da série podem sentir falta de alienígenas, tão comuns nos episódios da TV. O sobrenatural fica limitado à paranormalidade, ainda assim, sempre posta em dúvida, de um padre, Joseph Crissman (o ator escocês Billy Connolly, de Sua Majestade, Mrs. Brown). Supostamente vidente, Joseph é também um informante muito duvidoso, por se tratar de um pedófilo que já cumpriu pena.
Outra diferença em relação ao seriado, esta sim atendendo aos pedidos dos fãs ao longo dos anos, é o envolvimento amoroso entre os dois protagonistas.
Nesta história, Mulder e Scully mostram claramente que vivem juntos há bastante tempo. Os dois se afastaram do FBI. Mulder inclusive guarda muita mágoa sobre a maneira agressiva como isto aconteceu. Scully, por sua vez, dedica-se inteiramente à pediatria, particularmente interessada em encontrar opções de tratamento para um pequeno doente terminal.
Apesar de tudo, os dois ex-agentes são procurados pelo FBI novamente, para atuar no caso do desaparecimento de uma outra policial.
Próximo ao local onde ela foi atacada, foi encontrado um braço decepado, enterrado na neve. Detalhe macabro, que levanta a suspeita do envolvimento de uma quadrilha de traficantes de órgãos.
Foi graças a uma suposta visão do padre que se chegou a este braço. Ele inclusive garante que a agente está viva. Suas previsões dividem os encarregados da investigação.
O agente Mosley Drummy (o rapper Xzibit) não quer nem ouvir falar dessas histórias e acha inclusive que o padre pode estar implicado tanto no desaparecimento da policial como no de outras mulheres na mesma região.
Outra agente, Dakota Whitney (Amanda Peet, de Syriana), pensa que a situação é tão desesperadora que é preciso levar em conta todas as possibilidades, mesmo as místicas. Assim, torna-se essencial requisitar alguém experiente no ramo, como Mulder, que a princípio não quer nem ouvir falar do FBI.
Filmada em Vancouver, Canadá - que foi também a sede da série nos seus primeiros cinco anos - a história progride como uma caçada policial em que a fé em caminhos não racionais se mostrará importante e não só para a investigação.
Scully também demonstra verdadeira obsessão para salvar a vida de seu pequeno paciente, contra a opinião de todos os seus colegas e da direção do hospital em que trabalha.
Em todo caso, o filme é absorvente e tem um toque gelado e sinistro - exatamente como a série sempre fez questão de manter.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Hackers usam a atriz Angelina Jolie para propagar código malicioso na internet

Um código malicioso propagado em e-mails que oferecem fotos das atrizes Angelina Jolie e Nicole Kidman -- ambas nuas -- liderou a quantidade de ataques promovidos por mensagens eletrônicas no primeiro semestre de 2008. A informação foi divulgada em um relatório da empresa de segurança Sophos divulgado nesta quarta-feira (23).
O Pushdo respondeu, de janeiro a junho, por 31% das pragas enviadas via e-mail. O título da mensagem fraudulenta varia e, em alguns casos, apresenta a versão que oferece imagens das atrizes nuas. Quando instalado no computador das vítimas, ele pode facilitar a invasão de pessoas mal-intencionadas, inclusive para o roubo de informações bancárias.
O relatório também indica que a quantidade de e-mails maliciosos caiu: foi de uma em cada 332 mensagens no primeiro semestre de 2007 para um em cada 2,5 mil no mesmo período de 2008. A redução foi registrada porque, em vez de enviar esses códigos maliciosos, os hackers passaram a infectar sites vulneráveis -- entre eles, estão muitas páginas de grandes empresas. De todos os endereços que apresentam riscos, 90% são legítimos (ou seja: não foram criados especialmente para golpes). Em média, a empresa de segurança detecta 16,1 mil sites infectados por dia, ou um a cada cinco segundos. “Essa velocidade é três vezes mais rápida do que aquela identificada em 2007”, diz o comunicado. Para fazer com que os internautas acessem essas páginas, os golpistas divulgam na web ou sugerem em e-mails os endereços das páginas infectadas.

Vai seus trouxas...