quarta-feira, 30 de julho de 2008

'O som da guitarra é tão poderoso quanto o da voz humana', diz Joe Satriani

O norte-americano Joe Satriani, cujo apelido é “o professor”, esteve em São Paulo. Ele consegue misturar uma porção generosa de Jimi Hendrix com Bossa Nova. Seu apelido se justifica: foi ele que ensinou os amigos Steve Vai e Kirk Hammet, do Metallica, a tocar guitarra. Pela sexta vez está no Brasil para tocar com as guitarras que ele próprio desenha.

Satriani falou ao Jornal da Globo. Fora do palco, ele não tem nada a ver com a imagem do rock pesado. Fala macio. Satriani foi criado ouvindo bossa nova. “O violão que eu aprendi a tocar era o da minha irmã, que tinha cordas de nylon. E é bom para o estilo”, diz o guitarrista.

A virada aconteceu no dia da morte de Hendrix, 18 de setembro de 1970. Satriani, então com 12 anos, estava jogando futebol na escola. “Eu parei de jogar na hora. Hendrix é único e especial. Quando ele apareceu foi perfeito para aquela geração”, disse. Desde então, Satriani tenta seguir os passos do mestre. As canções de Satriani não têm letra. “É que quando componho, eu procuro imaginar o som da guitarra tão poderoso quanto o da voz humana”, explica.

E no caso dele, o instrumento é diferente. Nenhum dos inúmeros modelos de guitarra do mundo foi capaz de satisfazer “o professor”. Satriani só toca guitarras que ele mesmo desenha. Cada instrumento, testado muitas vezes, leva mais ou menos dois anos para ser concebido. Fora as guitarras que têm suas iniciais, o atual orgulho de Satriani é o projeto “Little kids rock” (rock para criancinhas), adotado em alguns colégios americanos. “Musica é importante para todos nós, nossas famílias, amigos, as pessoas, a sociedade. É bom que as crianças comecem cedo”, afirma.






terça-feira, 29 de julho de 2008

Polícia dos EUA prende 'Coringa' que destruiu fotos de Batman em cinema

A polícia de Three Rivers, no estado americano de Michigan, prendeu na manhã deste domingo (27) um homem que, fantasiado do personagem Coringa, tentou roubar um cartaz e outros objetos promocionais do filme "Batman - O cavaleiro das trevas". Além de tentar roubar os objetos, o "Coringa" de Michigan rasgou fotografias do novo filme de seu "rival", que bateu recorde de espectadores no cinema local. Spencer Taylor, de 20 anos, foi parar na cadeia por suas atitudes de "vilão". Pagou fiança e ficou livre, mas não sem antes ser obrigado a tirar fotos - ainda com a maquiagem inspirada na versão de Heath Ledger do palhaço - e ser fichado pela polícia.


Meu Deus do céu...imagina se esse trouxa assistir Brokeback Mountain...

sábado, 26 de julho de 2008

Campanha contra a Pedofilia

Repasse

Essa campanha não tem fins de divulgação do blog. A única intenção aqui é ajudar a combater esse problema - pedofilia - que aterroriza as crianças do nosso país e do mundo, se você se preocupa, assim como eu, coloque essa imagem em seu blog e peça que seus leitores ajudem a repassar utilizando o orkut, MSN, blogs, sites, etc.




(WD da campanha Julio)

Sugerido por: Filosofia do sexo

Estréia

Arquivo X - Eu Quero Acreditar,estréia nesta sexta -feira
Surgindo dez anos depois do primeiro longa sobre o mesmo tema, Arquivo X - O Filme, este segundo trabalho com certeza remete ao seriado, que durou nove temporadas e terminou em 2002.
Mas, toda vez que o roteiro se refere a detalhes que só os fanáticos por Arquivo X costumam saber de cor - como o que aconteceu à irmã desaparecida de Mulder -, rapidamente algum dos personagens dá explicações. Mesmo quem nunca tenha assistido a um único capítulo do seriado não ficará perdido.
Fãs da série podem sentir falta de alienígenas, tão comuns nos episódios da TV. O sobrenatural fica limitado à paranormalidade, ainda assim, sempre posta em dúvida, de um padre, Joseph Crissman (o ator escocês Billy Connolly, de Sua Majestade, Mrs. Brown). Supostamente vidente, Joseph é também um informante muito duvidoso, por se tratar de um pedófilo que já cumpriu pena.
Outra diferença em relação ao seriado, esta sim atendendo aos pedidos dos fãs ao longo dos anos, é o envolvimento amoroso entre os dois protagonistas.
Nesta história, Mulder e Scully mostram claramente que vivem juntos há bastante tempo. Os dois se afastaram do FBI. Mulder inclusive guarda muita mágoa sobre a maneira agressiva como isto aconteceu. Scully, por sua vez, dedica-se inteiramente à pediatria, particularmente interessada em encontrar opções de tratamento para um pequeno doente terminal.
Apesar de tudo, os dois ex-agentes são procurados pelo FBI novamente, para atuar no caso do desaparecimento de uma outra policial.
Próximo ao local onde ela foi atacada, foi encontrado um braço decepado, enterrado na neve. Detalhe macabro, que levanta a suspeita do envolvimento de uma quadrilha de traficantes de órgãos.
Foi graças a uma suposta visão do padre que se chegou a este braço. Ele inclusive garante que a agente está viva. Suas previsões dividem os encarregados da investigação.
O agente Mosley Drummy (o rapper Xzibit) não quer nem ouvir falar dessas histórias e acha inclusive que o padre pode estar implicado tanto no desaparecimento da policial como no de outras mulheres na mesma região.
Outra agente, Dakota Whitney (Amanda Peet, de Syriana), pensa que a situação é tão desesperadora que é preciso levar em conta todas as possibilidades, mesmo as místicas. Assim, torna-se essencial requisitar alguém experiente no ramo, como Mulder, que a princípio não quer nem ouvir falar do FBI.
Filmada em Vancouver, Canadá - que foi também a sede da série nos seus primeiros cinco anos - a história progride como uma caçada policial em que a fé em caminhos não racionais se mostrará importante e não só para a investigação.
Scully também demonstra verdadeira obsessão para salvar a vida de seu pequeno paciente, contra a opinião de todos os seus colegas e da direção do hospital em que trabalha.
Em todo caso, o filme é absorvente e tem um toque gelado e sinistro - exatamente como a série sempre fez questão de manter.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Hackers usam a atriz Angelina Jolie para propagar código malicioso na internet

Um código malicioso propagado em e-mails que oferecem fotos das atrizes Angelina Jolie e Nicole Kidman -- ambas nuas -- liderou a quantidade de ataques promovidos por mensagens eletrônicas no primeiro semestre de 2008. A informação foi divulgada em um relatório da empresa de segurança Sophos divulgado nesta quarta-feira (23).
O Pushdo respondeu, de janeiro a junho, por 31% das pragas enviadas via e-mail. O título da mensagem fraudulenta varia e, em alguns casos, apresenta a versão que oferece imagens das atrizes nuas. Quando instalado no computador das vítimas, ele pode facilitar a invasão de pessoas mal-intencionadas, inclusive para o roubo de informações bancárias.
O relatório também indica que a quantidade de e-mails maliciosos caiu: foi de uma em cada 332 mensagens no primeiro semestre de 2007 para um em cada 2,5 mil no mesmo período de 2008. A redução foi registrada porque, em vez de enviar esses códigos maliciosos, os hackers passaram a infectar sites vulneráveis -- entre eles, estão muitas páginas de grandes empresas. De todos os endereços que apresentam riscos, 90% são legítimos (ou seja: não foram criados especialmente para golpes). Em média, a empresa de segurança detecta 16,1 mil sites infectados por dia, ou um a cada cinco segundos. “Essa velocidade é três vezes mais rápida do que aquela identificada em 2007”, diz o comunicado. Para fazer com que os internautas acessem essas páginas, os golpistas divulgam na web ou sugerem em e-mails os endereços das páginas infectadas.

Vai seus trouxas...

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Coloque a legenda

É REDENTOR,A COISA TÁ FEIA...

Use os comentários para escrever a legenda,as 3 melhores serão publicadas com os devidos créditos...

Participem e usem a imaginação...


quarta-feira, 9 de julho de 2008

Veja algumas das cenas de morte mais chocantes do cinema

O portal norte-americano FilmSite, especializado em rankings, acaba de atualizar sua lista anual com as mais chocantes cenas de mortes do cinema. No total, são contabilizados momentos memoráveis das telas desde a década de 30, quando o hábito de sair para assistir a filmes começou a ficar freqüente.

De um total de mais de 100 longas-metragens, confira algumas cenas que marcaram as décadas de 70, 80, 90 e 2000. Para quem não assistiu a alguns dos filmes, os relatos a seguir podem contar partes importantes do enredo.

O Exorcista (1973)
Direção: William Friedkin

Cansado de tentar exorcizar o demônio Pazuzu do corpo da menina Regan (Linda Blair), o padre Karras (Jason Miller) resolve provocá-lo e questiona seus poderes ao pedir que ele o possua. O demônio atende o pedido e entra no corpo de Karras, que resiste à sua influência e se joga pela janela, rolando degraus de escada e morrendo no final dela. A cena é tão clássica que a escadaria utilizada para rodar o filme, em Georgetown, virou ponto turístico e patrimônio histórico da cidade.

Tubarão (1975)
Direção: Steven Spielberg

O clássico Tubarão é repleto de cenas memoráveis de mortes, mas a mais bem-sucedida delas provavelmente é a do próprio vilão do filme, o tubarão assassino. Depois de perder várias pessoas pelos ataques freqüentes do monstro marinho, Brody (Roy Scheider) engana o bicho e joga um tanque de oxigênio dentro de sua boca. Depois de cambalear enlouquecidamente, o tubarão ainda leva vários tiros.


A Profecia (1976)
Direção: Richard Donner

Depois de tentar encontrar uma solução para matar o assustador menino Damien, interpretado por Harvey Stephens, filho do demônio em pessoa, o fotógrafo David Warner (Keith Jennings) é decapitado após ser atingido por um bloco de vidro, que cai de um caminhão. Sua cabeça rola no ar e espirra sangue, chocando os que estavam ao seu redor. O filme ainda reúne outra cena memorável: mostrando todo o seu amor a Damien, a babá (Holly Palance) resolve se enforcar durante a festinha de 6 anos do pequeno demônio.


Carrie, A Estranha (1976)
Direção: Brian De Palma



Depois de ser banhada por sangue de porco no baile de formatura, Carrie (Sissy Spacek) usa seus poderes sobrenaturais, até então ocultos, para matar cada aluno que atravessa o seu caminho das mais variadas formas.






Alien (1979)
Direção: Ridley Scott

O clássico de 1979 tem uma cena inesquecível. Durante um jantar na nave Nostromo, Kane (John Hurt) tem seu corpo dilacerado por uma criatura alienígena que sai de seu peito. Sangue e pedaços de órgãos voam para todo lado, em um dos momentos menos esperados do longa-metragem.



O Iluminado (1980)
Direção: Stanley Kubrick

O aterrorizante O Iluminado usa da psicologia para tentar retirar dos espectadores seus maiores medos. Ninguém esperava, porém, que a morte do amalucado personagem Jack (Jack Nicholson), que persegue sua família com um machado após ser influenciado por espíritos de um hotel vazio, seria tão simples. Depois de perseguir o filho e a mulher fora do local, o assassino não resiste ao frio e amanhece duro como pedra, congelado pela baixa temperatura.




Sexta-feira 13 (1980)
Direção: Sean Cunningham

No primeiro Sexta-Feira 13, Jason Voorhes nem existia, mas sua mãe já saía matando os adolescentes de um acampamento, indignada com a morte por afogamento de seu querido filho. É num desses assassinatos que Jack Burrell (Kevin Bacon) é agarrado e tem uma lança atravessada em sua garganta, provocando um mar de sangue em sua cama.


A Hora do Pesadelo (1984)
Direção: Wes Craven


Johnny Depp, em começo de carreira, fazia filmes adolescentes do gênero B. Talvez ele não soubesse o quanto a série A Hora do Pesadelo se tornaria famosa. Na cena de sua morte, o personagem é engolido pela cama e reduzido a sangue, muito sangue, que se espalha por todo o quarto e choca sua mãe.

Pânico (1996)
Direção: Wes Craven


O massacre dos adolescentes da série Pânico começa quando a personagem de Rose McGowan decide pegar algumas cervejas na garagem e é esfaqueada pelo maníaco mascarado. Como se não bastasse, o homicida resolve amassar a cabeça da jovem ao prensá-la entre o portão e uma parede.

A Outra História Americana (1998)
Direção: Tony Kaye

O neonazista Derek tem o ódio em seu coração. O ápice de sua raiva acontece logo no começo do filme, quando ele manda um de seus inimigos colocar a boca em uma sarjeta e pisa em sua cabeça, destruindo seu maxilar e o matando instantaneamente.




O Chamado (2002)
Direção: Gore Verbinski


Depois de tórridas cenas de investigação, o grand finale acontece quando a medonha aberração Samara Morgan (Daveigh Chase) sai da televisão e engatinha em direção a Noah (Martin Henderson), que já estava amaldiçoado pela fita de vídeo assombrada.


A Paixão de Cristo (2004)
Direção: Mel Gibson

Mel Gibson foi alvo de críticas e elogios pelas cenas de tortura de Paixão de Cristo. Na hora da crucificação de Jesus (Jim Caviezel), há closes em suas mãos e pernas sendo pregadas. Posteriormente, ele dá seu último suspiro e morre sob um banho de sangue.






A Casa de Cera (2005)
Direção: Jaume Collet-Serra

A Casa de Cera não chamou muita atenção nos cinemas, exceto pela cena em que a personagem vivida por Paris Hilton, em sua grande estréia nas telas, é morta por uma lança atravessada em sua testa.

terça-feira, 8 de julho de 2008

Peruano é operado para retirada de 17 objetos do estômago

Lima, 8 jul (EFE).- Um homem de 38 anos foi operado por médicos do hospital de Trujillo, no norte peruano, para que fossem retirados 17 objetos de seu estômago, entre arames, canetas, pregos e até um canivete, informou hoje a emissora "Radio Programas do Peru" ("RPP").O homem, identificado como Luis Zárate Arce, sofre de esquizofrenia e tinha sido levado ao hospital pelos parentes ao apresentar fortes dores no estômago.Segundo a emissora, ao ser operado, os médicos descobriram que havia no estômago alfinetes, pregos, um canivete e dois arames de 45 e 20 centímetros.Além disso, foram encontrados uma fivela, um lápis, uma caneta e uma agulha, a qual causava a dor, por ter lhe perfurado o intestino.Zárate Arce se recupera da operação e receberá alta nos próximos dias, segundo a emissora.


Vai uma saladinha de pregos aí?

Recebi este selo por indicação do blog Curto e Grosso, o qual agradeço a lembrança, com a missão de repassá-lo a outros 9 blogs.

Regras a seguir:- o prêmio deve ser atribuído aos blogs que vocês considerem ser bons. Entende-se como bons blogs aqueles que vocês costumam visitar regularmente e deixar comentários.- se você recebeu o “Diz que até não é um mau blog”, deve escrever um post indicando a pessoa que lhe deu o prêmio com um link para o respectivo blog.


Neste post devem aparecer o selo e as regras.- indique outros nove blogs ou sites para receberem o prêmio.- exibir orgulhosamente o selo do prêmio no seu blog, de preferência com um link para o post em que fala dele e de quem te presenteou.




E o selo go to:




































segunda-feira, 7 de julho de 2008

Hancock,um herói diferente

Will Smith interpreta Hancock, um super-herói que perdeu a sua popularidade entre aqueles que ele protege quando suas tentativas de resgate nem um pouco convencionais provocaram um terrível caos na cidade. Durante um resgate, Hancock conhece Ray Embrey (Jason Bateman), um agente de Relações Públicas recentemente demitido que se oferece para representar e recuperar a imagem pública de Hancock. Quando a mulher de Ray, Mary (Charlize Theron), e Hancock se encontram, ocorre uma inexplicável e imediata conexão entre os dois. Após muita resistência, Mary finalmente revela que ela também possui superpoderes e, logo em seguida, Hancock começa a perceber que seus poderes estão perdendo força. A notícia se espalha rapidamente entre os criminosos que Hancock colocou atrás das grades, e agora Hancock terá de encontrar um jeito de resgatar os seus poderes para continuar vivo.


Veja o trailler:






Lançamento: 04 de Julho nos Cinemas
Direção: Peter Berg
Produzido por: Will Smith, Akiva Goldsman, James Lassiter, Michael Mann.
Elenco: Will Smith, Jason Bateman, Charlize Theron, Daeg Faerch, Darrell Foster, Lauren Hill, Valerie Azlynn, Kate Clarke, Lily Mariye, David Mattey.

Fã de zumbis, canadense se transforma em 'esqueleto vivo' com tatuagens


Jovem canandense já gastou o equivalente a R$ 13 mil para se transformar, por meio de tatuagens, em um 'esqueleto vivo'. Em entrevista a uma revista britânica, 'Zombie Rick', como gosta de ser chamado, conta que quer reproduzir em seu próprio corpo a imagem de um cadáver em decomposição. Segundo ele, o trabalho de tatuagem está 50% completo.
Isso é uma aula de anatomia ambulante...

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Estrogonofic.. o quê??Huassauhauhsuah Muito bom...